Weby shortcut

Informações essenciais de uma manifestação

Atualizado em 02/04/18 17:50.

Para melhor entendimento e encaminhamento da demanda, é preciso que a manifestação seja clara e objetiva, informando diretamente o problema a ser resolvido.

A principal dica é: informar sempre que possível o quê, onde, quando e quem:

O quê: Descreva a situação clara e objetivamente, para que a pessoa responsável pelo atendimento de sua manifestação consiga entender bem o fato.

Onde: Informe o local onde aconteceu o fato (órgão, unidade, câmpus, cidade). Sem esta informação, o servidor da Ouvidoria poderá não identificar onde tem de agir.

Quando: Sempre que possível, informe a data (dia e mês) e horário aproximado dos acontecimentos (manhã, tarde ou noite), pois estas informações ajudam na verificação do fato, e algumas vezes na identificação das pessoas envolvidas.

Quem: Se souber, informe o nome das pessoas envolvidas, se possível com sobrenome, para que não reste dúvidas sobre de quem você está reclamando, denunciando ou quem você está elogiando.

O que mais pode ajudar?

Informe se houve alguma tentativa de solucionar o problema e, caso o problema tenha sido parcialmente resolvido, informe o que falta resolver.

Se possível, apresente o maior número de documentos comprobatórios, cópias de e-mails, troca de mensagens, vídeos, áudios, entre outros elementos que contribuam para a identificação e resolução do problema.

Fonte: Guia Prático da Cidadania - Falando com a Administração Pùblica (Coleção OGU) 

Listar Todas Voltar